quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

O CLUBE DOS 23: PONTE PRETA




Hoje “O clube dos 23” chega ao estado de São Paulo para falar de uma das grandes forças de seu interior. A Ponte Preta.

Associação Atlética Ponte Preta é uma agremiação esportiva brasileira sediada em Campinas, estado de São Paulo. Fundado em 1900 por um grupo de estudantes é o clube de futebol em atividade mais antigo do futebol paulista e a segunda equipe de futebol mais antiga do Brasil.

Conhecida popularmente como "Macaca" o clube atua em seu próprio estádio, o Moisés Lucarelli, com capacidade para 22.728 espectadores. Seu maior rival é o Guarani, com quem faz o dérbi campineiro, uma das maiores rivalidades do futebol do interior paulista

Atualmente, a Ponte Preta disputa os campeonatos Paulista da Série A1, Brasileiro da Série A e a Copa Sul-Americana. O melhor desempenho no estadual foram os vice-campeonatos em 1970, 1977, 1979, 1981 e 2008. Em nível nacional, os melhores resultados do clube foram as semifinais no Campeonato Brasileiro de 1981 e na Copa do Brasil de 2001

O surgimento do clube está diretamente ligado ao crescimento da cidade de Campinas.

Em 1870 deu-se início à construção da ferrovia paulista, indo de Jundiaí a Campinas. A instalação dos trilhos requisitava a construção de uma ponte. A ponte era de madeira e para melhor conservação tratada com piche. Assim, enegrecida, surgiu a Ponte Preta. A partir daí, a região em torno da ponte virou o Bairro da Ponte Preta em 1872.

A Associação Atlética Ponte Preta surgiu em 1900, graças a vários alunos do colégio Culto à Ciência, que praticavam futebol no bairro da Ponte Preta, sendo portanto o time mais antigo do estado.

É curiosa também a evolução do uniforme da Ponte. A faixa diagonal só foi adotada em 1944, porém invertida, da direita superior para a esquerda inferior. Em 1958 a faixa foi invertida para a posição atual. Durante a Década de 1970 adotou-se uniforme diferente, com calção preto e camisa branca com faixas verticais finas no lado esquerdo, sem a tradicional faixa diagonal. Em 1977 a tradicional faixa diagonal já tinha retornado.

Hoje, no lugar do primeiro campo localiza-se a Igreja de Santo Antônio. O atual campo é o estádio Majestoso. Após sua inauguração a Ponte Preta viveu uma de suas melhores épocas. 

Conseguiu o acesso sendo vice-campeã da 2ª divisão do Campeonato Paulista de 1951. Cai em 1960, volta em 1969 se sagrando Campeã da Divisão Especial. Vice-campeã Paulista em 1970, 1977, 1979, 1981 e 2008 e chegando às semifinais do Campeonato Brasileiro de 1981 e Copa do Brasil 2001 a Ponte Preta é uma das equipes mais tradicionais do futebol Paulista. Fez ótimas campanhas e atualmente disputa o Campeonato Paulista, Campeonato Brasileiro da Série A e também disputa pela primeira vez na história a Copa Sul-Americana.

Difícil explicar a relação da torcida pontepretana com o time. Na verdade quase impossível resumir em palavras a paixão que a nação alvinegra sente pelo clube de Campinas, é uma torcida conhecida por sua vibração e seu fanatismo respeitada não só no estado de São Paulo como no país inteiro e apesar de ser uma torcida regional também tem seus fiéis torcedores espalhados pelo Brasil e pelo Mundo.

O clube nasceu no bairro que lhe dá nome e que na época era morada de população operária formada basicamente por chacareiros, artesãos e ferroviários. Começa aí a trajetória de um time de classes mais baixas, em sua maioria formado por operários e ferroviários.

Torcida esta que teve que superar preconceitos e sempre que acompanhava o time por estádios do interior eram recebidos como "macacos" ou "arruaceiros", tanto que a torcida rival da cidade usava o termo como forma pejorativa. É aí que surge o apelido para o clube mais antigo em atividades ininterruptas do Brasil.

Na década de 40 é feita uma gigante mobilização na cidade liderada pelo patrono Moisés Lucarelli. Esta torcida promove um feito histórico: constrói seu próprio estádio através de um mutirão e realiza o sonho que naquela época era quase utopia.

Uma obra grandiosa, que na época era o 3° maior estádio do Brasil, não podia receber outro apelido a não ser "O Majestoso". Esse feito até hoje é lembrado pelos pontepretanos como maior motivo de orgulho já que poucas torcidas do Mundo realizaram o mesmo feito.

Fotos:

Time no começo do século XX


Primeiro estádio


Estádio Moisés Lucarelli 


Dicá


Carlos


Oscar


Waldir Perez


Washington


Luis Fabiano


Chicão


Piá


Vídeos: 

Ponte Preta 2 x 1 Guarani Campeonato paulista 1981 (Finalista)


Grêmio 0 x 1 Ponte Preta Campeonato brasileiro 1981 (Terceiro colocado)


Ponte Preta 4 x 2 Guarani Campeonato paulista 2008 (Finalista)


Ponte Preta 3 x 0 Guarani Acesso série B 2011


Ponte Preta 2 x 0 Vellez Sarsfield Sul americana 2013



Ponte Preta 3 x 1 São Paulo Sul americana 2013


Bem. Aí está um pouco da história da Ponte Preta que, rebaixada no brasileiro desse ano, começa nessa quarta a decidir a Copa Sul Americana com o Lanús da Argentina. Boa sorte Macaca!!


Semana que vem tem os “mulatinhos rosados” Tem Bangu.



O CLUBE DOS 23 (CLUBE ANTERIOR)

ATLÉTICO MINEIRO


Nenhum comentário:

Postar um comentário