quinta-feira, 15 de setembro de 2016

TROCANDO EM VERSOS: MEU CORAÇÃO


To a granel, to sozinho
Cadê o meu benzinho
Que me abandonou

Comprei um par de alianças
Torrei a minha poupança
E ela no altar me largou

To tristão, sou um idiota
Até com agiota
Uma grana peguei

E agora?
O que faço com o enxoval?
Digo o que pro pessoal
Será que digo que dancei? 

Dancei
Ao som de uma salafrária
Que me bicou de sua área
Onde foi que eu errei?

Meu coração
Bate, bate, bate, bate
Que nem tambor 
Por alguém que me deixou 

Meu bem, sou mais um masoquista
Que é metido a artista
E quer cantar seu desamor

Meu coração
Bate, bate, bate, bate
Que nem tambor 
Por alguém que me deixou 

Meu amor, tu não prestas, mas te amo
Meus direitos eu reclamo
No Procon vou te indispôr 

TROCANDO EM VERSOS ANTERIOR:

SEM PUDOR OU RAZÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário