quinta-feira, 2 de julho de 2015

CINEBLOG: BYE BYE BRASIL




 CINEBLOG: BYE BYE BRASIL

Cineblog fala hoje de um campeão de bilheteria, um dos filmes brasileiros mais cultuados e populares dos anos 70.

Cineblog orgulhosamente apresenta:


BYE BYE BRASIL


Bye Bye Brasil é um filme brasileiro de 1979, uma comédia dirigida por Carlos Diegues e considerada por muitos como uma das mais importantes produções da década de 70.

Sinopse

Salomé, Lorde Cigano e Andorinha são três artistas mambembes que cruzam o país com a Caravana Rolidei, fazendo espetáculos para o setor mais humilde da população brasileira e que ainda não tem acesso à televisão. A eles se juntam o acordeonista Ciço e sua esposa, Dasdô, com os quais a Caravana cruza a Amazônia pela rodovia Transamazônica até chegar a Altamira.


Elenco

 

  • José Wilker .... Lorde Cigano
  • Bety Faria .... Salomé
  • Fábio Júnior .... Ciço
  • Zaira Zambelli .... Dasdô
  • Jofre Soares .... Zé da Luz
  • José Maria Lima .... assistente
  • Emmanuel Cavalcante .... prefeito
  • Rinaldo Gines .... chefe índio
  • Marieta Severo .... assistente social


 

Trilha sonora

 

  • Bye Bye Brasil” (Chico Buarque de Hollanda e Roberto Menescal) - interpretada por Chico Buarque
  • “Toada de Ciço - Forró da Feira” (Dominguinhos) - interpretada por Fábio Júnior
  • “Pra Cima, Pra Baixo” (The Fevers) - interpretada por The Fevers
  • “Radinho de Pilha” (Genival Lacerda) - interpretada por Genival Lacerda
  • “White Christmas” (Irving Berlin) - interpretada por Bing Crosby
  • “Para Vigo Me Voy (Say sí sí)” (Ernesto Lecuona, Al Stillman, e Lubon) - interpretada por Xavier Cugat
  • “Duerme” (Miguel Prado) - interpretada por Xavier Cugat
  • “Aquarela Amazonense” (Chico da Silva e Venâncio) - interpretada por Chico da Silva e Venâncio
  • “Depois da Chuva” (Pinduca e Deuza) - interpretada por Pinduca e Deuza
  • “Surucuá” (Pinduca e Carlos Santos) - interpretada por Pinduca e Carlos Santos
  • “Aquarela do Brasil” (Ari Barroso)- interpretada por Ari Barroso
 

Principais prêmios e indicações

 
Festival de Cannes 1980 (França)

  • O filme foi indicado à Palma de Ouro.
Festival de Havana 1980 (Cuba)

  • Venceu na categoria de Melhor Diretor.
  • Ganhou o Prêmio Coral Especial de Gênero de Ficção.  
    
 Semana que vem “Cineblog” fala do icônico “Cidadão Kane”




CINEBLOG ANTERIOR:

O MÁGICO DE OZ

Nenhum comentário:

Postar um comentário