quarta-feira, 23 de abril de 2014

O CLUBE DOS 23: BOTAFOGO


Hoje “O clube dos 23” fala de um dos grandes do futebol carioca. O glorioso. O Botafogo. 

Botafogo de Futebol e Regatas é uma agremiação poliesportiva brasileira, com sede no bairro homônimo ao clube, na cidade do Rio de Janeiro

Nascido da fusão do Club de Regatas Botafogo (fundado para o remo em 1894) com o Botafogo Football Club (formado para o futebol em 1904), é um dos principais clubes do Brasil. Suas maiores glórias esportivas vêm principalmente do futebol, especialmente entre as década de 1950 e 1960, considerada sua era de ouro. 

Foi indicado pela FIFA no seleto grupo dos clube do século XX. Dentre seus principais títulos estão: 20 Campeonatos Cariocas, 1 Torneio Rio-São Paulo, 3 Torneios Roberto Gomes Pedrosa, 2 Campeonatos Brasileiros e 1 Copa Conmebol (precursora da atual Copa Sul-Americana). 

Além disso, o clube detém alguns dos principais recordes do futebol brasileiro, como o de maior número de partidas de invencibilidade: 52 jogos entre os anos de 1977 e 1978; o recorde de partidas invictas em jogos do Campeonato Brasileiro: 42, também entre 1977 e 1978; o maior número de participações de jogadores em partidas totais da Seleção Brasileira (considerando jogos oficiais e não-oficiais): 1094 participações; e o maior número de jogadores cedidos à Seleção Brasileira para Copas do Mundo

O clube ainda é o responsável pela maior vitória já registrada no futebol brasileiro: 24 a 0 sobre o Sport Club Mangueira no Carioca de 1909.

Conhecido pela estrela de cinco pontas em seu distintivo, que lhe dá a alcunha de clube da Estrela Solitária, o Botafogo tem como suas cores oficiais o preto e o branco. Seus principais rivais no futebol são o Flamengo, o Fluminense e o Vasco da Gama, e é também um dos clubes mais populares do Brasil. De acordo com a empresa BDO RCS Auditores Independentes, a marca do clube é a décima segunda de maior valor no Brasil, ultrapassando os 112 milhões de reais.

O Botafogo de Futebol e Regatas nasceu oficialmente no dia 8 de dezembro de 1942 (mesmo dia de homenagem à santa padroeira do clube, Nossa Senhora da Conceição.), resultado da fusão dos dois clubes de mesmo nome: o Club de Regatas Botafogo e o Botafogo Football Club. Os dois clubes tinham suas sedes no bairro de Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro

A fusão já era estudada desde 1931, mas durante muitos anos foi combatida porque gente ligada aos dois clubes, como o historiador Antônio Mendes de Oliveira Castro, do remo, e João Saldanha, do futebol, garantiam que o Regatas estava "infiltrado de torcedores do Fluminense", que, dos cinco grandes clubes da cidade, é um dos dois (junto com o America) que nunca tiveram um departamento ligado a esse esporte.

A união foi apressada por uma tragédia: no dia 11 de junho de 1942, os dois clubes, que também tinham atividades em outros esportes, disputavam uma partida de basquete pelo Campeonato Carioca, no Mourisco Mar, sede do Club de Regatas Botafogo. Nesse dia, o jogador Armando Albano, do Football Club, chegou atrasado ao jogo que já havia começado, entrando com o jogo em andamento. Durante o intervalo, Armando Albano abaixou-se para pegar uma bola e caiu desfalecido. Os médicos correram, fizeram todos os atendimentos possíveis, mas o jogador havia sido fulminado por um infarto.

Depois de confirmada a morte do jogador, a partida foi interrompida faltando dez minutos para o final, quando o placar marcava 21 pontos para Club de Regatas e 23 para Football Club. O corpo de Albano saiu da sede de General Severiano e, quando passava em frente ao Mourisco Mar, houve uma parada. Os presidentes dos clubes fizeram um pronunciamento:

"E comunico nesta hora a Albano que a sua última partida resultou numa nítida vitória. O tempo que resta do jogo interrompido, os nossos jogadores não disputarão mais. Todos nós queremos que o jovem lutador desaparecido parta para a grande noite como um vitorioso. E é assim que o saudamos."

Augusto Frederico Schmidt, presidente do Club de Regatas Botafogo.

"Nas disputas entre os nossos clubes só pode haver um vencedor: o Botafogo!"

Eduardo Góes Trindade, presidente do Botafogo Football Club.

"O que mais é preciso para que os nossos dois clubes sejam um só?"
Augusto Frederico Schmidt, selando a fusão.

A partir dessa data, começou o procedimento para a fusão dos clubes, nascendo o Botafogo de Futebol e Regatas. Com a fusão foram feitas algumas alterações: a bandeira perdeu o escudo com letras entrelaçadas do B.F.C., e ganhou um retângulo preto com a Estrela Solitária branca, do Club de Regatas, ao alto. O escudo incorpora ao distintivo a Estrela Solitária branca, num fundo preto com contorno branco, no lugar das letras entrelaçadas. Além disso, a equipe de futebol passou a usar calções pretos.

Fotos:

General Severiano


Engenhão


Jefferson 


Manga


Brito


Carlos Alberto Torres


Nilton Santos


Marinho Chagas


Didi


Gerson 


Amarildo


Heleno de Freitas



Jairzinho


Quarentinha


Túlio
 


Zagallo


Garrincha


Garrincha


Garrincha



Garrincha
 



Garrincha


Vídeos:

Campeão da Taça Brasil 1968


Campeão carioca 1968


Campeão carioca 1990


Campeão carioca 2010


Campeão Rio São Paulo 1998


Campeão da CONMEBOL 1993


Campeão brasileiro 1995


Campeão carioca 1989


Bem. Aí está um pouco da história do glorioso Botafogo que não teve um bom primeiro semestre e agora disputa o campeonato brasileiro.


Semana que vem tem um dos maiores vencedores do Brasil. Tem o tricolor paulista. Tem São Paulo.


O CLUBE DOS 23 (CLUBE ANTERIOR)

SANTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário