quinta-feira, 12 de abril de 2018

SOBE O SOM: SANDRA DE SÁ


Sandra Cristina Frederico de Sá (Rio de Janeiro, 27 de agosto de 1955) é uma cantora e compositora brasileira, expoente da música popular brasileira, com denso enfoque em black music mundial.

Carioca do subúrbio ferroviário de Pilares, a música está em sua genética, já que seu pai era baterista.
Sua voz grave e potente vem de sua africanidade, pois é neta de um caboverdiano. Acompanhando seu pai em shows, em sua adolescência, Sandra frequentava os bailes de gafieira, samba e soul, em Pilares e adjacências, bem como a quadra da Caprichosos de Pilares, escola onde desfila até hoje. Gostando cada vez mais do universo musical, aprendeu sozinha a tocar violão e começar a compor suas letras. Com o incentivo dos pais, começou a se apresentar em escolas de samba e em pouco tempo, Sandra de Sá tornou-se considerada a rainha do soul brasileiro.

É chamada por alguns de "Tim Maia de saias", por se identificar com o cantor no balanço e no timbre grave da voz. Ficaram grandes amigos e fizeram muitos shows juntos pelo Brasil afora. Cazuza dizia que ela era a "Billie Holliday brasileira". Por suas letras de forte conscientização social, ganhou prêmios como cantora e compositora em diversos festivais de música popular brasileira, nos quais, em geral, era inscrita pela amiga Fafy Siqueira. Em 1977, começou a estudar psicologia na Universidade Gama Filho, curso que teve de abandonar quase no momento de concluir, pois despontou como compositora, Logo depois, também despontou como intérprete.

Então vamos lá!!


Sobe o som Sandra de Sá!!


Bye bye tristeza


Retratos e canções


Solidão


Não vá


Joga fora


Soul de Verão


Sozinha


Picadinho de macho


Demônio colorido


Vale tudo - Com Serjão Loroza


Enredo do meu samba


Bem. Aí estão alguns dos sucessos da grande estrela do Soul. Semana que vem tem mais. Tem Phill Collins.


Enquanto isso meus olhos coloridos me fazem refletir.


SOBE O SOM ANTERIOR:

DANIEL BOAVENTURA

Nenhum comentário:

Postar um comentário