quinta-feira, 25 de setembro de 2014

SOBE O SOM: LUPICÍNIO RODRIGUES




Hoje a “Sobe o som” tem a honra de falar do mestre Lupicínio. 

Lupicínio Rodrigues (Porto Alegre, 16 de setembro de 1914 — Porto Alegre, 27 de agosto de 1974) foi um cantor e compositor brasileiro.

Lupe, como era chamado desde pequeno, compôs marchinhas de carnaval e sambas-canção, músicas que expressam muito sentimento, principalmente a melancolia por um amor perdido. Foi o inventor do termo dor-de-cotovelo, que se refere à prática de quem crava os cotovelos em um balcão ou mesa de bar, pede um uísque duplo, e chora pela perda da pessoa amada. 

Constantemente abandonado pelas mulheres, Lupicínio buscou em sua própria vida a inspiração para suas canções, onde a traição e o amor andavam sempre juntos.

Então vamos lá!!

Sobe o som pra dor de cotovelo!! Sobe o som Lupicínio Rodrigues!! 



Felicidade - Caetano Veloso


Esses moços - Jamelão


Vingança - Lupicínio Rodrigues


Nunca - Zizi Possi


Se acaso você chegasse - Elza Soares


Cadeira vazia - Elis Regina


Ela disse-me assim - Nelson Gonçalves


Volta - Gal Costa


Foi assim - Maria Bethania


Hino do Grêmio


Bem. Aí está um pouco da obra do imortal Lupe. Semana que vem saímos da dor do cotovelo pro escândalo. Vamos de Madonna.



Enquanto isso eu faço uma pergunta. Você sabe o que é ter um amor meu senhor?



ARQUIVO:

SOBE O SOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário