terça-feira, 30 de setembro de 2014

AO MEU AMIGO ORKUT




Hoje é a sua despedida amigo. Na verdade já faz um tempo que nos despedimos. No fim de 2012 você, sem me avisar, cancelou meu perfil principal sem motivo nenhum e me fez perder muitas fotos. Fiquei magoado com você e mal entrava no outro perfil que tinha devido a essa mágoa. Perfil que também foi desativado, sem eu saber, esse ano.

Mas por mais que a gente se magoe com amigos, diga que não quer mais saber dele e vira a cara o amor nunca termina até porque ficam as boas lembranças dessa amizade e quando nós nos tocamos que nunca mais iremos ver esse amigo dá uma dó, uma certa tristeza.

E é isso que sinto hoje por você meu amigo orkut. Dia que você se despede para sempre.

Você sempre foi um bacana, simpático, não é a toa que teve tantos amigos ao longo dos anos, mas vive em um mundo cruel. O mundo em que habitava não permite a acomodação, a estagnação e nele o novo sempre vem. Você cometeu alguns erros, se acomodou e quando percebeu o novo já chegara. Ficou ultrapassado, foi esquecido por uma maioria e sucumbiu. É, é uma pena.

Uma pena porque você era muito legal. Era tão legal que além de virar nosso amigo permitiu não só que novas amizades surgissem como antigas voltassem. Até você aparecer o ciclo da vida fazia que a gente se despedisse de amigos de sala de aula assim que aquele ciclo acabasse. Hoje não. Graças a você reencontrei pessoas de dez, vinte, trinta anos da minha vida. Antigos amigos e amores ressurgiram com a força das boas lembranças que só você sabia fazer.

Amores..E como eu amei graças a você. Você foi o maior cupido que encontrei até hoje. Tirando a minha primeira namorada todas as que eu tive, inclusive a atual, eu conheci através de você. Amores de todos os tipos. Fortes, intensos, que rasgavam, dilaceravam, doíam, faziam bem ou serenos, mas não menos fortes como só a maturidade nos dá. Você me proporcionou todos esses amores, todos esses encontros fossem com namoradas que ficaram e se eternizaram ou mesmo amores de rompante de apenas uma noite. Você muito me ofereceu como um amigo leal e gentil.

Maturidade. Tive que amadurecer no contato contigo. Porque além de amores e de amizades fiéis, marcantes e que guardo comigo até hoje você mostrou um outro lado. Mostrou o pequeno poder que dava ao gerenciar uma comunidade sua e com ele mostrou pessoas falsas, invejosas, pequenas que surgiam das profundezas de suas comunidades para tentar vampirizar, sugar energias. Até podiam conseguir por um tempo, mas não por muito porque..  

...a sua inveja faz a minha fama. Essa não era uma de suas frases preferidas?

As suas frases, as suas comunidades. Populares como “Eu odeio acordar cedo”, inusitadas como “Se eu morrer minha mãe me mata”. Seus bonequinhos que a gente colocava no perfil pra mostrar como estávamos, os scraps automáticos que odiávamos e mesmo assim mandávamos para os outros, os depoimentos em segredo que mandávamos pedindo pro outro não aceitar...

..os fakes que fazíamos pra fuçar a vida dos outros e não sermos descobertos no visualizador, aliás, como ficou difícil terminar namoro depois do seu surgimento hein? Fuçávamos as exs pra ver o que não queríamos e sofrer com uma foto nova que ela botou ou depoimento que recebeu. Comunidades que entrávamos pra adicionar pessoas só para parecermos mais populares ainda com a promessa de virar fã.

Eu era sexy, popular ou tinha fãs? Não sei, só sei que tirava muitas fotos.

Graças a você meu amigo que passei a gostar de tirar fotos. Retratei e te mostrei alguns dos momentos mais importantes da minha vida como o nascimento de minha princesa Bia. Você foi o primeiro a saber.   

Assim como você retratou todos os grandes momentos, as alegrias, os orkontros e meus recordes nos tópicos de mais horas sendo o último a postar no mesmo.

“Fica com o de cima ou não fica?”, “Poste foto de decote” “Qual a profissão da pessoa acima?” ou tópicos lendários da comunidade do Flamengo como a que um cara dizia que 18 meses eram 3 anos, um que postou foto chorando ao lado do Zico ou do cara que disse ter encontrado Ronaldinho Gaúcho no Sambola.       

Aliás. Lendário o tópico com a movimentação do Flamengo sobre a chegada ou não do Ronaldinho Gaúcho.

Orkut meu parceiro. Você era o fervo. Você era foda!!

E hoje se despede. Queria te deixar um scrap ou mesmo um depoimento dizendo o quanto você foi importante pra mim e que aquele amigo que o tio Mark inventou nem é tão legal quanto você. Mas escrevo aqui mesmo e o que tenho que te escrever é muito simples.

Muito obrigado por ter sido meu amigo.

Termino essa coluna dizendo o nome da comunidade que faltou você lançar meu amigo.

“Eu tive orkut e fui feliz com ele”. 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário