quarta-feira, 3 de setembro de 2014

CINEBLOG: LOVE STORY




O “Cineblog” volta hoje para falar de um dos grandes sucessos dos anos 70. Uma das maiores histórias de amor da história do cinema, um “Romeu e Julieta” dos tempos modernos.

Um filme que cativa gerações e legiões de apaixonados. Filme que faz sorrir e chorar nas mesmas proporções.

Que faz amar.

“Cineblog’ orgulhosamente apresenta:

LOVE STORY 


Love Story (br: Love Story - Uma História de Amor / pt: Love Story - História de Amor) é um filme estadunidense de 1970, do gênero drama, dirigido por Arthur Hiller e com roteiro de Erich Segal.

O filme teve uma continuação em 1978, chamada A história de Oliver.

Sinopse

Um jovem de família muito rica e estudante de Direito conhece e se apaixona por uma estudante de música e acabam se casando algum tempo depois. Porém, o pai do rapaz não aceita a nora, por ela ser uma moça de família humilde, e acaba deserdando o filho. Algum tempo depois, a moça tenta engravidar e não consegue; vai então fazer exames e descobre que está gravemente doente.

Elenco


  • Ali MacGraw .... Jennifer Cavalleri
  • Ryan O'Neal .... Oliver Barrett IV
  • John Marley .... Phil Cavalleri
  • Ray Milland .... Oliver Barrett III
  • Russell Nype .... Dean Thompson
  • Katharine Balfour .... sra. Barrett
  • Sydney Walker .... dr. Shapely
  • Robert Modica .... dr. Addison
  • Walker Daniels .... Ray Stratton
  • Tommy Lee Jones .... Hank Simpson
  • John Merensky .... Steve
  • Andrew Duncan .... reverendo Blauvelt
  •  

Principais prêmios e indicações 


Oscar 1971 (EUA)
  • Venceu na categoria de melhor trilha sonora.
  • Indicado nas categorias de melhor filme, melhor diretor, melhor ator (Ryan O'Neal), melhor atriz (Ali MacGraw), melhor ator coadjuvante (John Marley) e melhor roteiro original.
Globo de Ouro 1971 (EUA)
  • Venceu nas categorias de melhor filme - drama, melhor diretor, melhor atriz - drama (Ali MacGraw), melhor roteiro e melhor trilha sonora.
  • Indicado nas categorias de melhor ator - drama (Ryan O'Neal) e melhor ator coadjuvante (John Marley).
Prêmio David di Donatello 1971 (Itália)
  • Venceu na categoria de melhor ator estrangeiro (Ryan O'Neal) e melhor atriz estrangeira (Ali MacGraw).
Grammy Awards 1972 (EUA)
  • Indicado na categoria de melhor trilha sonora para cinema.

Curiosidades


  • A atriz Ali McGraw era casada com o produtor Robert Evans, e se empenhou para que seu marido produzisse o filme.
  • O filme foi um sucesso de bilheteria no mundo todo quando de seu lançamento.
  • O autor do roteiro, Erich Segal, baseou o personagem Oliver no ator Tommy Lee Jones e no político Al Gore, de quem era amigo.
  • Erich Segal escreveu primeiro o roteiro do filme, e só depois o adaptou para livro, que foi publicado após o lançamento do filme e se tornou um bestseller.
  • Love Story foi o filme de estréia do ator Tommy Lee Jones.
  • A primeira escolha do diretor Hiller para interpretar o personagem Oliver foi o ator Beau Bridges, que recusou o papel. Michael Douglas, Jon Voight, Michael Sarrazin, Michael York, Jeff Bridges, Keith Carradine e Peter Fonda também não aceitaram o papel.
  • O filme foi tachado de "tragédia lacrimejante" na época de seu lançamento e é considerado um dos mais românticos filmes de todos os tempos pelo American Film Institute, estando em nono lugar na lista.
  • Tem como fala a famosa "Love means never having to say you're sorry", geralmente traduzido em português como "Amar é nunca ter que pedir perdão".
  • A famosa frase "Amar é nunca ter que pedir perdão" é citada no filme Dark Shadows (No Brasil, Sombras da Noite) por Barnabas Collins, interpretado por Johnny Depp.

Semana que vem “Cineblog” fala de Psicose.


ARQUIVO:

BONITINHA, MAS ORDINÁRIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário