quinta-feira, 4 de setembro de 2014

SOBE O SOM: CLARA NUNES




Hoje a “Sobe o som” fala de uma das grandes artistas de nossa história. O furacão Clara Nunes. 

Clara Francisca Gonçalves Pinheiro, conhecida como Clara Nunes (Paraopeba, 12 de agosto de 1942Rio de Janeiro, 2 de abril de 1983), foi uma cantora brasileira, considerada uma das maiores intérpretes do país. 

Pesquisadora da música popular brasileira, de seus ritmos e de seu folclore, Clara também viajou várias vezes para a África, representando o Brasil.

Conhecedora das danças e das tradições afro-brasileiras, ela se converteu à umbanda. Clara Nunes seria uma das cantoras que mais gravariam canções dos compositores da Portela, sua escola do coração. Também foi a primeira cantora brasileira a vender mais de 100 mil cópias, derrubando um tabu segundo o qual mulheres não vendiam discos.

Caçula dos sete filhos do casal Manuel Ferreira de Araújo e Amélia Gonçalves Nunes, Clara Nunes nasceu no interior de Minas Gerais, no distrito de Cedro - à época pertencente ao município de Paraopeba e depois esse distrito virou cidade e foi emancipado com o nome de Caetanópolis, onde viveu até os 16 anos.

Então vamos lá!!


Sobe o som Clara Nunes!! 


Canto das três raças


O mar serenou


Conto de areia


Iansã cadê Ogum


Feira de Mangaio 


Morena de Angola


Filhos de Gandhi


Ê baiana


Sabiá

 
Portela na avenida


Bem. Aí está um pouco da história da imortal Clara que deixou tanta saudade em nossa música. Semana que vem continuamos no samba falando dos sambas concorrentes para o carnaval 2015.


Enquanto isso vamos acompanhar o vôo da sabiá.


ARQUIVO:

Nenhum comentário:

Postar um comentário