segunda-feira, 11 de março de 2013

O CONCLAVE É POP



E como todo mundo já sabe o Papa renunciou..Botou dez no cavalo, puxou o carro e se mandou.

É uma coisa surreal já que nunca esperamos a renúncia de um Papa e sim de outras pessoas. Os portelenses e independentes, por exemplo, sonham com as renúncias de seus Pontífices Paulo I e Nilo CLXXI .

Mas depois de quase setecentos anos um Papa renunciou. Com a morte de Oscar Niemeyer no fim do ano passado perdemos a esperança de conhecer alguém que viu antes a renúncia de um e por isso nem sabemos como agir.

Sabemos que nesse momento ele está recluso, mas essa reclusão acabará. E aí? Como um ex-Papa sobrevive? Ele vira comentarista de religião na TV?  Como é a vida de um ex-Papa? Vai pra Ilha de Caras? Conta revelações bombásticas de seu papado no Fantástico e faz arroz papa e papa de anjo na Ana Maria Braga? Ok, essa da Ana Maria foi forçada.

E por quê ele renunciou? A alegação foi a idade. Realmente Bento XVI ta coroa e com vários problemas de saúde. Natural para um homem de mais de oitenta anos, mas será só isso?

Não né caro leitor, se é que alguém me lê. A igreja católica vive há anos com problemas como corrupção e acusações de pedofilia (tomou o lugar de Michael Jackson). A igreja sempre se calou nos momentos de maiores cagadas internas e externas. Os casos de pedofilia foram abafados, nenhum padre é ou foi punido.

E no âmbito externo se silenciou em vários momentos que por obrigação devia manter voz ativa como no nazismo onde milhões de judeus foram trucidados.

A igreja católica sempre foi assim. Sempre se colocou como centro do mundo e todos tinham que lhe obedecer senão parariam em lugares como fogueiras. O “microondas” da idade média. Quem é de favela entendeu.

Acontece que seu poder caiu com o tempo. Outras religiões surgiram e principalmente uma imprensa livre. Livre pra dar opiniões e de dogmas religiosos.

Além do crescimento de outras religiões e segmentos do cristianismo também tivemos do ateísmo. Quando eu era criança só faltava apanhar quando perguntava o que era ateu. Hoje é visto como algo normal e graças a tantos escândalos, omissões, agressões e atitudes autoritárias daqueles que comandam religiões o número dos que não crê em nada cresce em grande velocidade.

A igreja católica é a mesma há mais de mil anos, não se recicla, não se renova e entra em crise.

Em crise política, crise religiosa. Não tem mais o mesmo prestígio de outrora e começa a ser questionada por seus atos, sua interferência em políticas nos países e sua riqueza quando muitos de seus fiéis passam fome.

Quer coisa melhor pra causar comoção entre os fiéis, público geral e mídia que a renúncia de um Papa?

Bento XVI não é um superstar como era João Paulo II. O Papa carismático, o Papa pop. Um Papa que mesmo assim era como os outros. Retrogrado, perseguidor de adeptos da teoria da libertação, mas era um Papa querido e confesso que eu mesmo nutria simpatia. Bento XVI não tem esse carisma, mas tem o carisma do cargo que mesmo tendo oficialmente importância apenas para quem segue a religião interfere no mundo.

E sua renúncia mexeu sim com o planeta. Virou o assunto principal no mundo em fevereiro onde todos se questionavam o porque da renúncia, se ele estava certo e quem será o novo Papa.

Não se enganem. A escolha do novo Papa não será uma reunião com doces velhinhos sentados, tomando chá e com sorriso celestial escolhendo o novo sucessor de Pedro. O conclave é político e usa todos os jogos da política, inclusive os sujos. É um cargo ainda poderoso e de muita influência onde pessoas ambiciosas e que não perdem essa ambição por usarem batinas vão lutar pra alcançá-lo formando alianças e negociando trocas.

E envolve dinheiro, bolsa de apostas. Até o brasileiro Dom Odilio Scherer no momento tem grande chance de virar papa. Existe uma expressão que diz "entrar papa e sair cardeal" que é aplicada para o conclave, mas acho que essa chance não é blefe. É pra valer.


Afinal, o Brasil é uma das maiores nações católicas do mundo, mesmo sendo um estado laico e o catolicismo perde força para os pentecostais e sua “igreja do espetáculo” que conquista um rebanho enorme de ex alguma coisa de ruim e de gente sofrida, desenganada pela tristeza que vê na compra do paraíso a sua salvação.


Quer coisa melhor pro catolicismo dar uma reviravolta não só no Brasil como na América Latina como um Papa 100% nacional? Já temos Olimpíadas, copa do mundo e agora podemos ter Papa. Só falta uma Disney e ataques terroristas para sermos primeiro mundo.

Enfim, amanhã começa o conclave e sou um completo leigo do assunto. Quem quiser entender mesmo a bagaça leia as colunas do Rafael Rafic no Ouro de Tolo que são brilhantes. Lá é muito bem explicado o sistema de escolha. Única coisa que entendo um pouco é de alma humana mesmo sendo nesse caso almas espiritualizadas e por isso eu falo. Se esse conclave fosse aberto para os católicos verem acho que muita gente migrava pro Candomblé. Puro palpite.

Enquanto Bento segue para seu descanso com honras de ex-chefe de Estado a imprensa do mundo inteiro volta a partir dessa terça seus olhos para o Vaticano esquecendo todas as crises e penumbra do catolicismo. Esperando a fumaça branca anunciando o novo Papa que deve sair em dois ou três dias.

Única certeza que podemos ter é que se a fumaça der algum barato o novo papa é da Jamaica.

O catolicismo, assim como todas as religiões têm que ser respeitado. Minha formação é católica, o início dos meus estudos foram em um colégio católico e uma das minhas lembranças mais antigas é estar com minha família no aeroporto em 1980 esperando o  Papa e cantando "A benção João de Deus". Minha mãe amava o Papa e morreu dois dias depois dele sem saber de sua morte.

Só não podemos dizer amém para tudo. Deus é o divino, Jesus que é o amor. Padres, bispos e cardeais são pessoas de carne e osso, tem que ser vistas assim e cobradas dessa forma quando pecam.

Tendo noção que o pop não poupa ninguém e ninguém está a salvo de um disparo, um estouro.

Ps. Existe uma história correndo por aí que apareceu esse anúncio “Oferta-se vagas para maiores de sessenta anos, solteiro, disponibilidade para dormir no emprego, viagens e que pelo amor de Deus, não goste de crianças. Procurar o Vaticano.”
Maldade..

Ps 2 – A partir de amanhã colocarei aqui meus contos de ficção que já foram publicados no blog Ouro de Tolo nas colunas “Buraco da Fechadura” e “Enredo do meu samba”.








Nenhum comentário:

Postar um comentário