quinta-feira, 30 de março de 2017

SOBE O SOM: VINICIUS DE MORAES


Vinicius de Moraes, nascido Marcus Vinicius de Moraes (Rio de Janeiro, 19 de outubro de 1913 — Rio de Janeiro, 9 de julho de 1980) foi um poeta, dramaturgo, jornalista, diplomata, cantor e compositor brasileiro.

Poeta essencialmente lírico, o que lhe renderia a alcunha "poetinha", que lhe teria atribuído Tom Jobim, notabilizou-se pelos seus sonetos. Conhecido como um boêmio inveterado, fumante e apreciador do uísque, era também conhecido por ser um grande conquistador. O poetinha casou-se por nove vezes ao longo de sua vida e suas esposas foram, respectivamente: Beatriz Azevedo de Melo (mais conhecida como Tati de Moraes), Regina Pederneiras, Lila Bôscoli, Maria Lúcia Proença, Nelita de Abreu, Cristina Gurjão, Gesse Gessy, Marta Rodrigues Santamaria (a Martita) e Gilda de Queirós Mattoso.

Sua obra é vasta, passando pela literatura, teatro, cinema e música. Ainda assim, sempre considerou que a poesia foi sua primeira e maior vocação, e que toda sua atividade artística deriva do fato de ser poeta. No campo musical, o poetinha teve como principais parceiros Tom Jobim, Toquinho, Baden Powell, João Gilberto, Chico Buarque e Carlos Lyra.

Então vamos lá!!


Sobe o som Vinicius de Moraes!!


Aquarela - Toquinho


Tarde em Itapoã - Com Toquinho


Samba da benção - Com Toquinho


Onde anda você


Chega de saudade - João Gilberto


Canto de Ossanha - Com Tom Jobim, Toquinho e Miucha


Minha namorada - Com Maria Creuza


O pato - MPB 4


A felicidade - Danilo Caymmi e Tom Jobim


Pra viver um grande amor - Com Toquinho


Se todos fossem iguais a você - Tom Jobim


A Tonga da mironga do Kabulete - Toquinho


Canto de Xangô - Com Baden Powell


Samba em prelúdio - Com Maria Creuza


Pela luz dos olhos teus - Tom Jobim e Miucha


Eu sei que vou te amar - Com Maria Creuza


Carta ao Tom 74 - Com quarteto em Cy


Meu Pai Oxalá - Com Toquinho



Bem, aí está um pouco da obra de um de nossos maiores poetas nas vozes de grandes artistas da história da MPB. Semana que vem tem mais história. Tem Bob Dylan.


Enquanto isso a maior de nossas duplas com a maior canção de nossa história celebra uma vida linda e cheia de graça.


SOBE O SOM ANTERIOR:

GOOD TIMES 98

Nenhum comentário:

Postar um comentário