terça-feira, 7 de março de 2017

AMAR DE NOVO: CAPÍTULO I - A PRAIA


A babá se aproxima com Gabriel. Pergunto se está tudo bem e ela responde que sim enquanto ele me abraça. Pergunto se Suely entrou em contato com ela e a babá responde novamente que sim, me dando parabéns.

Agradeço. Lembro a ela que sabe onde moro e esperava continuar com seus serviços. A babá responde que no dia seguinte estará em nossa casa e se despede indo embora.

Estou sozinho com Gabriel que me pede sorvete. Avisto um sorveteiro um pouco distante e respondo ao meu filho “Vamos amigão, vamos lá tomar sorvete”.

E começamos a andar.

A caminhada é longa. Não a caminhada até o sorveteiro, mas a caminhada da minha vida. Não vou desistir de sonhar, não vou desistir de lutar, não vou desistir de viver. Amar de novo? Não sei. Bem  que eu queria. Vou lutar para amar, lutar para ser feliz. Mas sinceramente? Difícil que eu um dia ame alguém de novo como amei a Camila.

Como eu amo a Camila. Essa mulher que tomou minha vida pra si e é tão presente na minha existência.

Dificuldades vão existir. Sempre. Sou um viúvo de vinte e cinco anos com uma criança para criar. Sozinho. Mas eu sou guerreiro, não vou desistir.

Caminho de mãos dadas com meu filho até o sorveteiro. Triste, com uma vontade enorme de chorar e com a nossa música na cabeça, “Don`t Want to say goodbye”. Caminhamos acompanhados por uma borboleta que ganha a companhia de várias e sobrevoam o céu, nos sobrevoam como se nos acompanhassem. Mas não vou chorar. Meu filho não vai me ver chorar. Por mais que doa, que eu queira chorar ninguém vai mais ver chorando.

Minha história não acaba aqui. Minha caminhada não acaba aqui. Ela é longa e muitos capítulos ainda virão e espero que felizes.

Bem diferente dessa que faço agora com Gabriel.

 A carta? O que estava escrito nela? Bem simples. Apenas duas palavras.

“Pra sempre”.

FIM?

Quem disse? Minha história está longe do fim. Se não há felicidade não há fim. Esqueceram que as grandes histórias acabam com os apaixonados juntos trocando beijos de amor ao som de uma canção romântica?

Para quem não me conhece meu nome é Antônio. Sou um cara bacana, amigo, romântico, que amou demais e perdeu a mulher de sua vida. Mas quem disse que vivemos apenas uma vez?

Nascemos e morremos muitas vezes durante nossa existência e Camila representou minha vida mais bonita até então.

Tá na hora de começar nova vida e nas próximas semanas vocês irão acompanhar essa história.

Meu nome é Antônio, eu mereço ser feliz.

E continuo não criando juízo

"Ah coração..Se apronta pra recomeçar"

"Ah coração..Esquece esse medo de amar de novo"

*Bem vindos a temporada 2017 de "Trocando em miúdos"


Nenhum comentário:

Postar um comentário