sábado, 22 de agosto de 2015

TROCANDO EM VERSOS: O TEMPO



*Trecho de minha peça "Folhetim" 

Fico sentada em um canto
Observando quem quer me possuir 
Dê-me um trocado, me leve pro quarto
Só não peça pra eu sorrir 
Mas antes me pague um gim, um excitante 
Que torne minha vida um pouco menos sufocante
Assim não ficas sozinho, faço-te um carinho
Para que se sintas importante

 Dois solitários dividindo uma cama
 Não é meu nome que você chama 
Nem meu corpo queria tocar
Mas to aqui pro que der e vier
 Por isso sou a melhor do cabaré
 A que todos querem pagar desejada
Cobiçada triste, mal amada
 Assim vivo minha vida
 Possuem meu corpo
Mas a minha alma está sempre vestida

Beijas meus seios fecho os olhos no alento
De que falta pouco para acabar o tempo
 Sou puta, sou louca, mas não lhe beijo a boca
Isso só meu amor 

Espero o tempo que for
Ele há de chegar
Espero o tempo que for
 Daqui ele vai me levar
E finalmente serei feliz
Espero o tempo que for... 



TROCANDO EM VERSOS ANTERIOR:

Nenhum comentário:

Postar um comentário