terça-feira, 12 de julho de 2016

QUANDO O AMOR ACABA


Todo mundo sonha com um amor...

Não tem jeito, por mais que as pessoas falem que não, que são calejadas, tem outros sonhos e objetivos na vida todo mundo quer ser feliz no amor, encontrar sua alma gêmea, a outra metade da laranja, o amor de sua vida.

Pode ser romântico ou não, mas quem nunca, ao menos uma vez na vida, não sonhou com aquele amor de novela ou cinema? Em viver seu conto de fadas pessoal, seu "felizes para sempre"? O amor que vamos levar até a velhice, envelhecer junto, acumular ao amor companheirismo, amizade, cumplicidade, lembranças. A mesa do almoço rodeada com filhos, netos, amigos, namorados e maridos ou esposas dos filhos e contar mais uma vez aquelas velhas histórias de como se conheceram, que todos já estão cansados de ouvir, mas você conta com orgulho.

Até que um dia você morre nos braços da pessoa amada. Vida perfeita, não?

Pois é, mas a vida não é assim. Ainda mais a vida moderna. Antigamente era comum vermos situações como essas, mas a vida moderna nos permite mais. Mais experiência, outros objetivos. Apesar de sonharmos ao menos uma vez com isso para muitos não é mais o principal objetivo de vida e não somos mais obrigados a ficar com alguém para o resto da vida, nem amar a mesma pessoa para o resto da vida.

Hoje é normal encontrar alguém, se encantar, apaixonar, viver com ela uma história de amor que pensamos ser para sempre. Fazer amor, fazer planos, ter a família dela como a sua, viajar, começar a construir uma vida juntos e isso acabar. Seja porque acabou o seu amor, o amor dela ou de forma mútua.

Escrevi muito sobre amor aqui. Semana retrasada mesmo fiz uma coluna chamada "Porque eu sei que é amor", aí semana passada vi o filme "Pequeno dicionário amoroso" e pensando no filme e na minha própria história de vida veio essa coluna.

Já amei muito na vida, fui amado menos que amei, mas também fui e de forma intensa. Amei e não fui correspondido muitas vezes, amei e fui correspondido também. Na maior parte um dia a pessoa chegou para mim e disse que não me amava mais. Fiquei louco, desesperado, mas nunca sufoquei, nunca fui obsessivo e segurando meu sofrimento para mim via a pessoa que amava vivendo, reconstruindo sua vida, amando de novo. Momentos péssimos, entre os piores que já passei, mas sobrevivi.

Fui caminhando, tropeçando até que aquele sentimento doído, avassalador foi diminuindo, diminuindo até ficar mínimo. Nunca esquecerei as mulheres que amei e pelas quais sofri por amor, nunca as verei como amigas comuns, mas ficam apenas lembranças, na maior parte boas, e cicatrizes que se tornam indolores.

Já fui a "parte cruel" também. A que encerrou namoro pelo menos duas vezes e isso também dói. Em uma, que já faz quase uma década, eu sei que deixei cicatrizes e mágoas, a outra muito recente é ferida ainda aberta.

Terminar com alguém também dói, mas é uma dor diferente. Não dá para ser plenamente feliz sabendo que alguém está sofrendo por você. Existe o peso na consciência, o pensamento se em algum momento poderia ter agido diferente. Vem a saudade também.

Sim, saudade mesmo que existisse razão no término. Não tem porque manter relacionamento se não há mais sentimento. Não há justiça consigo mesmo se impedindo de ser feliz e não é correto com a outra pessoa já que você será incapaz de lhe fazer feliz. Vai ter sofrimento, dor, mas passa. É melhor que fazer uma pessoa sofrer para o resto da vida lhe impossibilitando de ser feliz com outra pessoa.

Mas existe sim saudade. Saudade de momentos, da companhia, das pessoas que entraram em sua vida com o relacionamento. Quando você se separa de alguém separa não só dessa pessoa, mas de seus pais, irmãos, filhos, amigos, lugares...Às vezes dói mais a perda das pessoas em volta até do que a do relacionamento. Dói saber que outras pessoas, inocentes, acabam pagando e sofrendo porque não deu certo. Crianças que sofrem pela separação dos adultos.

Me peguei muitas vezes com saudade. Saudade não é um sentimento racional e o tempo é mentiroso. Ele suaviza momentos ruins e deixa exposto apenas bons tentando lhe enganar fazendo entender que pode ter cometido erro. Mas não há erro quando se corrige outro.

Há sentimento de fracasso. Sim, fracasso porque ninguém começa um relacionamento pensando em terminar. Não existe contrato no amor. Ninguém assina um contrato cheio de regras com duração de dois anos podendo prorrogar automaticamente por mais dois ou prevendo rescisão e pagamento de multa. Nosso romantismo bobo exige que quando começamos um relacionamento pensemos que ele é para sempre. Mas já pararam para pensar quantos relacionamentos começam e se tornam eternos? Não? Então nem parem para fazer isso porque nem começarão um.

E uma das maiores graças da vida é tentar e sempre continuar tentando.

Não existe nada mais mágico que o início de um relacionamento. A ansiedade para ver a pessoa ou ao menos falar com ela, o cheiro da pessoa, o beijo da pessoa. Não existe sexo melhor que quando a pessoa amada, não existe rotina melhor que a vivida com ela. Amamos até os defeitos.

Não existe nada pior que o fim de um relacionamento. Deixar alguém que por algum tempo foi sua metade e caminhar partido. Não conseguir mais se sentir atraído pela sua companheira como já foi. Não gostar mais tanto do sexo ou deixar os defeitos sufocarem as muitas qualidades que a pessoa tem.

Aí vem o fim.

Fim? Não, o fim só vem quando morremos, eu pelo menos sou assim. Prefiro em vez de pensar em fim ver como recomeço.

Já sofri demais por amor, fiz sofrer também. Então por quê insisto nele?

Pelo mesmo motivo que continuo respirando mesmo com o ar sendo poluído.

Sem amor eu não vivo.


Sem amor não existo.



LINK RELACIONADO

PORQUE EU SEI QUE É AMOR

3 comentários:

  1. Esse é o o cara que eu conheço.... Eu disse no passado que você era poeta, hoje tenho certeza. Texto maravilhoso. Te odeio qdo o assunto é política, mas te adoro quando o assunto é amor...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkk temos nossas diferenças políticas, mas a vida não teria graça se todos pensassem igual

      Beijão minha amiga

      Excluir