quarta-feira, 16 de setembro de 2015

O AMOR EM TODAS AS SUAS FORMAS - PARTE IV




O amor não pede passagem. Ele chega, invade e fim.

O meu amor tem um jeito manso que é só seu. É um amor calmo e que passeia de mãos dadas pela orla fazendo castelinhos na areia.

Eu quero a sorte de um amor tranquilo, mas também quero amor hard. Unhas, arranhões, chupões e tapinhas que não doem.  

Meu amor toma sorvete comigo vendo filme embaixo das cobertas e fazendo planos para o futuro.

Eu brigo com meu amor. Ameaço ir embora, falo coisas que não penso e faço coisas que não sou. Mas depois lhe dou um abraço sincero e no calor de meu corpo vai meu pedido de desculpas. Depois ofereço meu peito como abrigo para seu adormecer.

Meu amor mora longe, meu amor mora perto. Meu amor mora nos cabelos brancos de minha avó, na saudade de quem partiu, no sorriso banguela e inocente de quem chegou.

Sou feito de amor. Sou todo amor.

Eu te amo calado como se ouve uma sinfonia. Te amo com barulho. Exponho em redes sociais, causo, sou o par perfeito com minha amada.

Meu amor é aberto, meu amor é fechado. Meu amor é proibido, profano, só eu e o objeto de meu amor sabemos dele. Nós sofremos e ninguém sabe, ficamos felizes e sabem menos ainda. Meu amor guarda segredos inconfessos. Mas confesso que me sinto bem quando você está. Mesmo que só em meus pensamentos.

Meu amor é gentil, é acompanhado, recebe torcida e aplausos. Meu amor gera inveja, picuinha, recalque. Tentam acabar com meu amor, mas ele é mais forte que tudo. Manda beijinho no ombro para as inimigas.

Meu amor guarda lembranças boas e ruins. Tem gosto de fracasso. É ruim ver o amor indo embora e saber que é pra sempre. Foi bom enquanto durou. Pena que não durou para sempre.

Meu amor é para sempre. Ele é vitorioso. Meu amor está comigo e vamos nos casar tendo filhos, cachorro e uma casa na praia. Um dia ficaremos velhinhos juntos e teremos Alzheimer juntos.

Meu amor morreu e me deixou só.. Meu amor é imortal e vive em mim pra sempre.

Meu amor me despertou inseguranças, medos e um lado que eu não conhecia. Meu amor despertou o melhor de mim.

Meu amor vive em uma música, em um filme. Meu amor é uma novela com final feliz.

Meu amor é prostituído. Se vende em troca de dinheiro, mas sua alma me pertence. Meu amor é puro. Fui o primeiro de meu amor. Mas sonhava em ser o último.

Cada vez que faço amor com meu amor é como se fosse a primeira vez. Cada vez que faço amor com meu amor é como se fosse a última vez. 

Cada vez que faço amor com meu amor é como se minha vida dependesse disso.

Sou pobre. A única coisa que tenho a oferecer é meu amor. Sou rico. Porque o amor é o bem mais precioso.

Amor por uma causa, um ideal, um pensamento.

O amor que pode ser hétero, homo, bi, tri e até hepta como sonha a maior torcida do Brasil. Minha torcida é por nosso amor. O maior de todos os amores.

Meu amor é escrever. Meu amor é escrever para você.

O amor em todas as suas formas.

E todas as suas formas levam a ti.

O meu amor.



LINKS RELACIONADOS:



O AMOR EM TODAS AS SUAS FORMAS - PARTE III


Nenhum comentário:

Postar um comentário