sexta-feira, 3 de abril de 2015

SEMANA DEZ ANOS: TROCANDO EM VERSOS ESPELHO E A PAZ



Prosseguindo com as homenagens pelos dez anos do falecimento de minha mãe coloco hoje, véspera da data, a letra de uma música que fiz quando meu filho Gabriel nasceu e engloba os três amores da minha vida. Ele, sua irmã Bia e minha mãe.


O ESPELHO E A PAZ


O espelho que reflete a minha vida
Que um dia já mostrou um pranto meu
A face do adeus na despedida
Lamento que o poeta escreveu
Agora só reflete esperança
Amor que o destino escolheu
Na forma de um sorriso de criança
Olhar que vê no espelho  um filho teu

A vida, que é bonita, também causa dissabor
A tristeza desceu meus olhos
A saudade em mim morou
Perdi quem mais amava, pra sempre hei de amar
Me senti sozinho, com estrada pra andar

Mas a vida se fez poesia
E alguém lá de cima de mim cuidaria
Mandou duas estrelas brilharem e descerem do céu
Filhos de seu filho continuam seu papel

Mas a vida se fez poesia
E alguém lá de cima de mim cuidaria
Nessa estrada eu vou com a luz que apaga jamais
O espelho refletiu a minha paz


Amanhã, data dos dez anos, tem texto encerrando a semana.


Nenhum comentário:

Postar um comentário