terça-feira, 6 de agosto de 2013

A PROPINA NOSSA DE CADA DIA

 
*Coluna publicada no blog Ouro de Tolo em 28/7/2013


Semana passada a revista “Isto É” veio com uma bomba sobre corrupção e ao contrário do sempre esperado essa corrupção não veio do PT. 

Um propinoduto foi montado para desviar milhões das obras do metrô e do trem metropolitano de São Paulo. Lobistas e autoridades ligadas ao PSDB operavam por meio de empresas de fachada.

Um problema que trafegou pelos governos de Mário Covas, Geraldo Alckmin e José Serra sem que nada fosse feito para ser impedido, muito pelo contrário, ganharam licitações corrompendo figurões do partido ao longo dos anos em verdadeiros cartéis que desviaram pelo menos 50 milhões de dólares. 

Denúncias bombásticas, que eram pra virar assunto nacional e não viraram. Estranhamente fizeram menos barulho que a expulsão do Fred no jogo contra o Vasco e os participantes da Fazenda que pararam na roça. 

Não é de se estranhar sabendo a grande mídia que temos e o interesse que lhes cerca, mas antes desse assunto continuar quero falar algumas coisas. 

Primeiro que quem me conhece bem sabe que tendo ao PT, mas mesmo assim não sou do tipo que acha que todo mundo está contra o partido e ele é injustiçado. Não, não acho. Sou simpatizante do PT porque acho que o partido fez boas coisas pelo país em dez anos e acho que a vida dos pobres, a questão social melhorou muito com seus governos.

Mas acho moralmente o partido tão baixo e inescrupuloso quanto os outros. Acho José Dirceu verme, um ser que causa nojo e que tem que ser preso junto com os outros mensaleiros e pegar o dobro da pena. Pagar pelo que fez e por manchar um partido com uma história tão bonita. 

Pra mim o mensalão existiu e duvido que o Lula, a quem eu votaria em 2014, não soubesse de nada. 

Isto posto posso falar. A quem interessa essa proteção ao PSDB? A quem interessa sua volta ao poder? Ao PIG com certeza, sim, o PIG existe não é folclore, assim como o PT tem seu órgão oficial que se chama Carta Capital. Não existe imprensa imparcial. Jornalista trabalha pra agradar o patrão e não ao leitor. 

Assim como a corrupção do PSDB não é mostrada como do PT as denúncias contra o novo super herói brasileiro Joaquim Barbosa também são escondidas. Ok, Renan Calheiros é um escroto e merece toda surra que leva pelas coisas que faz e por usar avião da FAB, mas Joaquim também usou, sabiam? Sabiam que ele ficou em camarote do Luciano Huck com o filho na final da Copa das Confederações e esse mesmo filho foi empregado como roteirista do caldeirão?  

Tudo bem, todos tem direitos a ter amigos, mesmo os figurões, mas a partir do momento que o figurão global contrata o filho do juiz esse não fica lhe devendo um favor? O que tem atrás disso tudo? 

O que tem atrás disso tudo são os dois pesos e duas medidas. Usados no caso PSDB e PT, no caso Renan e Joaquim e no caso político e povo brasileiro.

Porque os políticos brasileiros são safados, corruptos e ladrões não é? Pois é, mas eles fazem parte do povo brasileiro e aí? 

Os políticos são uma coisa e o eleitor outra? Ou são pessoas escolhidas por nós pra nos representar? São alguns de nós? 

Gritamos “fora X”, fazemos petições on line, manifestações nas ruas esquecendo que ele não pularam de um avião da FAB de pára-quedas dentro do congresso e que na verdade foram eleitos. Renan Calheiros por manobra escapou de cassação e virou presidente do senado. De quem é a maior culpa? Dos senadores que elegeram presidente da casa ou do eleitor que mesmo com todos os podres lhe devolveu a cadeira do senado?  

Milhares nas ruas, que beleza, é lindo. Gritam palavras de ordem, queimam bonecos do governador, exigem seu impeachment. Sabem quem lidera hoje a corrida pro governo do estado? Anthony Garotinho. 

E não passa pela cabeça de ninguém, de nenhum desses honestos que estão nas ruas exigindo saída do governador que possam estar sendo usados com massa de manobra? Que no meio deles tem gente pronta pra criar confusão seja do governo ou da oposição e ele ta sendo apenas o idiota útil? 

Médicos brigam com o governo porque contratam médicos de fora e querem os formandos dois anos trabalhando no SUS, mas trabalhar no interior nenhum deles quer. Fazem caixão com boneco da presidenta, mostram desequilíbrio emocional, justo uma classe que precisa tanto dela.

Ao mesmo tempo são atacados, achincalhados por fanáticos que defendem o governo, tentam transformar a classe em inimiga pública n° 1. Uma classe que todo mundo vai precisar um dia,  inclusive quem hoje lhe ataca.  

O meu interesse na frente do interesse dos outros, sempre. 

O meu interesse é mais importante, a minha corrupção mais entendida, mais leve, mais “jeitinho brasileiro”. Falo mal do médico, mas corro atrás do meu amigo pra arrumar atestado médico, falo mal do governo, mas eu médico falto plantão e to cagando se morre alguém nele por falta de atendimento. 

Meto malho no Renan andando em avião da FAB, mas bebo e sigo o lei seca no twitter pra me livrar de blitz. Falo mal dos gastos da copa, mas apoio os gastos com a vinda do Papa. Falo mal do Papa, exijo respeito dos católicos e provoco beijaço gay na frente de uma igreja. Grito fora Cabral e aceito ser usado pelo Garotinho.

A propina nossa de cada dia nos dai hoje. Perdoai a quem corrompemos como perdoamos a quem nos corrompe e sempre, sempre nos deixe cair em tentação. 

A benção Santidade. Deixe-me beijar-te a mão e levar-te o relógio. 

Amém.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário