quinta-feira, 22 de março de 2018

SOBE O SOM: TANGOS & BOLEROS


O tango é um estilo musical e uma dança a par. Tem forma musical binária e compasso de dois por quatro. A coreografia é complexa e as habilidades dos bailarinos são celebradas pelos aficionados. Segundo Discépolo, "o tango é um pensamento triste que se pode dançar".

Sua origem encontra-se na área de Rio da Prata, na América do Sul, nas cidades de Buenos Aires e Montevidéu. A música do tango não tem uma origem muito clara. De acordo com estudos que não dispõem de numerosa documentação, o tango descenderia da habanera e se interpretava nos prostíbulos de Buenos Aires e Montevidéu, nas duas últimas décadas do século XIX, com violino, flauta e violão. Nessa época inicial, era dançado por dois homens, daí o fato dos rostos virados, sem se fitar. Depois, já nos anos 1910, com o sucesso em Paris, foi aceito pela aristocracia platina.

O escritor argentino Jorge Luis Borges afirmou que, por suas características, o tango só poderia ter nascido em Montevidéu ou Buenos Aires. O bandoneón, que atualmente caracteriza o tango, chegou à região do Rio da Prata por volta do ano 1900, nas maletas de imigrantes alemães. Não existem muitas partituras da época, pois os músicos de tango não sabiam escrever a música.

O bolero é um ritmo cubano que mescla raízes espanholas com influências locais de vários países hispano-americanos. Apesar de nascer em Cuba, tornou-se também bastante conhecido como canção romântica mexicana. O ritmo foi se modificando, tornando-se mais lento e desenvolvendo especialmente temas mais românticos. Têm tradição no bolero os seguintes países: Cuba, Porto Rico, República Dominicana, Colômbia, México, Peru, Venezuela , Uruguai, Argentina e Brasil.

O primeiro bolero surgiu na data de 1883, na voz do cubano José Sanchéz. Posteriormente o estilo também fez muito sucesso no México e depois por toda a América Latina. Sabe-se que o bolero influenciou o samba-canção, mambo (bolero-mambo), o chá-chá-chá e a salsa. Na República Dominicana, surgiu, na década de 1960, uma variante do bolero chamada bachata.

Em 20 de julho de 2012, foi feito pela primeira vez em Portugal um concerto que juntou o bolero da Colômbia e o Fado no mesmo palco, no Teatro São Luiz. Esse evento foi organizado pela embaixada da Colômbia em Portugal, que marcou a comemoração do dia nacional da Colômbia e contou com a fadista portuguesa Raquel Tavares e a bolerista colombiana Lucía Pulido.

Então vamos lá!!


Sobe o som Tangos & Boleros!!


Mi Buenos Aires querido - Carlos Gardel (Tango)


Por una cabeza - Carlos Gardel (Tango)


Caminito - Plácido Domingo (Tango)


A media luz - Sara Montiel (Tango)


Adios muchachos - Los Panchos (Tango)


Fugas y mistérios - Astor Piazzolla (Tango)


Balada por un loco - Amelita Baltar(Tango)


Volver- Carlos Gardel (Tango)


Tango para Teresa - Angela Maria e Agnaldo Timóteo (Tango)


Besame mucho - Cesaria Evora (Bolero)


Guantanamera - The Sandpipers (Bolero)


Alguien como tu - Angela Carrasco (Bolero)


La barca - Luis Miguel (Bolero)


Solamente una vez - Julio Iglesias (Bolero)


No me platique más - Luis Miguel (Bolero)


Amor, amor, amor - Julio Iglesias (Bolero)


Tu me acostumbraste - Natalia Lafourcade (Bolero)


Que queres tu de mim - Altemar Dutra (Bolero)


Bem, aí está um pouco desses ritmos que marcam vários corações pelo mundo inteiro. Semana que vem tem mais, tem ritmo nosso. Tem samba. Tem Jorge Aragão.


Enquanto isso espero pelo dia que me queiras.


Em uma melodia incendiária.


SOBE O SOM ANTERIOR:

MARINA LIMA

Nenhum comentário:

Postar um comentário