segunda-feira, 12 de março de 2018

A VOLTA DAS FÉRIAS


Acabou-se o que era doce...

Mentira, já estava com saudades. Foram 71 dias de férias, 71, tudo a ver com o Brasil de hoje. Estamos firmes e fortes para contar as emoções de 2018, contar suas histórias...

Histórias..Sempre esse momento de fim de férias rendeu histórias em minha vida, principalmente na época escolar. Batia a tristeza por voltar a velha rotina de acordar cedo e ficar horas sentado em uma sala de aula aprendendo muitas coisas que nunca usaria na vida. Mas também batia a alegria de rever os amigos, a emoção de rever a menina que eu gostava, invariavelmente um amor platônico, a excitação por conhecer novos amigos e novos amores.

E claro, com a volta as aulas vinha redação.

Eu sempre tive aptidão para redação  sem perceber isso. Elas sempre tinham um tamanho mínimo o que me forçava a "enrolar" e com o tempo aprender a desenvolver meu raciocínio, um parênteses, é uma pena vivermos hoje em um mundo preguiçoso onde tudo tem que ser rápido e resumido, isso atrofia a capacidade de raciocinar.

Muito antes de começar a me ver como escritor e inventor de histórias eu já fazia isso nessas redações do primário. Lembro de uma em que comecei a inventar, inventar muito. Cheguei a contar que estivera no Havaí e enfrentara ondas de dois metros. O bom escritor não é aquele capaz de inventar uma histórias e sim convencer. Eu consegui fazer minha professora perguntar a minha mãe se aquilo era verdade. Foi meu passaporte ao mundo dos sonhos.

Muitas redações vieram com o tempo, a descoberta da aptidão e usar essas redações para ser notado por meus colegas e amores. Vieram as revistinhas em homenagem ao seriado "Armação Ilimitada", as letras de músicas, sambas de enredo, poesias, livros e peças. Vieram as crônicas e artigos. Só nesse blog são cinco anos, no Ouro de Tolo quase sete anos e essas crônicas, artigos, nada mais são que aquelas redações da escola.

Escrever é uma forma de mantermos a criança viva em nós. Criar, desenvolver, sonhar, mentir..Sim, mentir porque muitas vezes a mentira é a verdade onde gostaríamos de morar.

Acabaram a férias, que 2018 seja uma casa  linda para morarmos. Vamos construir essa história.


Bem vindos a temporada 2018 de "Trocando em miúdos".


Nenhum comentário:

Postar um comentário